memórias de infância


Olá, tudo bom?  Eu vou bem!Já estou com o carregador do meu notebook e estou com um pouco de preguiça e sem a criatividade de postar nada, mas estou retribuindo os comentários devagar e usando umas postagens já velhinhas aqui no blog! Eu queria ler 50 livros nesse ano, mas infelizmente a minha tentativa ficou bem falha e li até agora 23 (5 nesse apenas nesse mês). Mas vou terminar, provavelmente com 25 livros lido, o que é bom de certa forma! Estou lendo no momento Feita de Fumaça e Osso, para o projeto I Dare You, escolhi ele.

Estava no blog Vanilla & Geek e vi esse post, logo decidi escrever sobre isso. Mas quero falar de memórias fortes que tenho da infância. Sabe? Aquela que mesmo quando tinha 3 anos, nós no lembramos! 



A morte de alguém da família- 3/4 anos: O padrasto da minha mãe sofreu um acidente no trabalho e acabou falecendo eu tinha apenas 3 anos quando isso aconteceu. Minha mãe me conta que ele cuidava muito de mim e que me levava sempre com ele e que quando chegava em casa contava todas as coisas que fazíamos. Mas infelizmente isso aconteceu, é avó que eu nunca tive e que eu amaria muito se tivesse aqui agora. Me lembro de ver a minha avó chorando, e do meu pai colando as minhas flores no caixão. 

Fazer barulho na barriga da minha mãe quando ela estava grávida do meu irmão - 3/4 anos:  Sabe aquele barulhinho de peido? Eu fazia isso na barriga da minha mãe e meu irmão se mexia, lembro que ficávamos na cama e riamos muito. 

Aparição de um fantasma 3/4 anos: Eu dormia no mesmo quarto que meus pais e por algum motivo desconhecido minha mãe decidiu mudar o lugar aonde ficava a minha cama e disse a ela: '' agora nenhum fantasma vai pegar''. E foi nessa mesma noite que vi um fantasma, ele brilhava no escuro e tinha um lençol sobre a cabeça, dormi abraçadinha com a minha mãe depois! 

Meu pai me buscando na escola e quando os lanches que a minha mãe me dava 4/5anos: Eu sempre corria quando via ele e pulava no seu colo, era tão fantástico ver a figura do seu pai te esperando com um capacete na mão pronto para te levar embora. Mas também me lembro do meu primeiro amorzinho que era um garoto loiro com cabelos cacheados e dos lanches que a minha mãe me dava, sempre foram sucos e um dia ela me mandou leite com chocolate, eca. 

Pirraça de baixo da mesa 4/5 anos: Meu pai tinha acabado de virar soldado e teve uma formatura e infelizmente eu não pude ir! Eu era do tipo que pulava no chão e entortava o dedo dos pés, não suporto criança assim, mas eu era assim. E por não poder ir nessa tal formatura eu fiz muita pirraça, me enfiei debaixo da mesa e chutava as cadeiras. 

O dia que eu assisti Procurando Nemo pela primeira  vez 4/5 anos: Eu tinha acabado de chegar da escolinha e me deitei no sofá com a mamadeira enquanto enrolava o cabelo, depois que terminou o leite eu comecei a chupar o dedo. 

O dia que meu pai saiu e meu irmão chorou 4/5 anos: Estava tudo calma até ver meu pai saindo de moto e meu irmão chorando para ir junto, eu estava na área. 

O dia que quis abrir a barata com garfo e faca para saber como era dentro 4/5 anos: Eu sentei no banquinho com a barata no pote de sorvete com a garfa e faca, mas a minha mãe tomou e eu fiquei brava. 

Quando meu cachorro morreu atropelado por uma caminhão 4/5 anos: Sim, eu me lembro disso. Minha mãe fez de tudo para salvo-lo, mas ele morreu. O nome dele era Spike. 

Quando meus pais brigaram e minha mãe quase derrubou a TV em mim 5/6 anos: Estava minha tia e meu primo em casa e ela começou a quebrar tudo, e a TV quase caiu em cima de mim, eu estava deitada no chão. 

Quando meus pais se separaram 5/6 anos: Essa com certeza é a pior parte, até então eu nem sabia o por que, eu fui morar perto da minha avó, eu fiquei vendo a minha mãe entrar em depressão e a escola me matava, sem amigos novos, sem pai, sem ninguém. 

Quando fiz a minha cirurgia da garganta 6/7 anos: Por ter amígdalas muito grande eu sempre ficava doente, infecção de garganta direto, injeção na bunda e antibióticos toda dia. Mas eu as retirei e me lembro da luz apagando e da dor na linguá. 

Sem amigos 8 á 12: Eu realmente não tinha muita amizade, se baseava em apenas 4 durante essa fase inteira e dois falavam de mim como quem fala da Dilma, era terrível. As outras, não vou nem falar. 

Mini Depressão 11/12 anos: Eu realmente não sabia o que fazer, minha mãe já estava marcando um monte de consulta, estava sem vontade de viver, chegar em casa eu queria só chorar e chorar. Foi nessa fase que eu comecei a entrar na blogosfera. 

Daí pra frente eu não sou mais criança, então não tem como contar. 



20 comentários:

  1. Olá Lunii, tudo bem?
    Eu sou meio voada no quesito dessas lembranças. Só consigo me lembrar correndo atrás de passarinho e assistindo desenho animado. Parece que sofri uma lavagem cerebral fortissima mas me lembro de ser muito feliz além disso.
    Socorro como assim você abriu uma barata?????SENTI UM MINI PAVOR AO IMAGINAR TAIS IMAGENS FORTES.
    E sinto muito pelo seu cachorro :/
    e pelas outras coisas também, na mesma proporção que sinto pelo cachorro.
    Enfim,
    um grande abraço.
    ~ { pontosevirgula-s.blogspot.com.br }

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, eu vou bem, obrigada.
      Cara, acho que essas coisas são as mesmas que a minha, lembro de assistir ursinhos carinhosos e ver as barrigas salientes deles brilhando, era bizarro.
      Eu ia abrir fndsfdsfs.
      Obrigada

      Excluir
  2. Oi, Luni, tudo bem? Parabéns pelos seguidores! Essa coisa toda de memórias não é muito legal pra mim, principalmente de uns tempos pra cá, então prefiro deixar isso tudo quietinho. Meus pais também são separados e eu lembro que no começo eu vivia chorando e dizendo "Eu quero meu pai" e minha mãe meio que se desesperava porque não sabia o que fazer comigo e porque também estava triste.
    Enfim, sério, parabéns pelo sucesso com o blog, espero que ele cresça cada vez mais.
    Beijos
    blogestrelasdepapel.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, eu vou bem, obrigada.
      Com meu irmão era mais ou menos assim.
      Obrigadaammmm

      Excluir
  3. Oi Luni *u*
    Parabéns pelo blog, merece crescer cada vez mais pelo ótimo conteúdo.
    A sua infância foi muito incrível, apesar de que você teve muitos momentos difíceis também. Eu não sei como você consegue lembrar de tudo assim, eu só me lembro da minha por que ela foi horrível, só consigo lembrar por isso, por que tenho uma péssima memória.
    Mas tem uma coisa que eu amo na infância de todo mundo, é que, por mais que a gente sofra, a gente nunca se importa né? Isso é algo que me chama muito atenção sobre a mesma.
    Eu amo posts nostálgicos, e o seu ficou incrível. Vi um desse tipo no Vanilla e Geek também. E quando vi o post de lá achei mera coincidência por que eu tenho um bloco de notas com muitas anotações de postagem e a terceira postagem que eu tinha que fazer no blog era de coisas que marcaram a minha infância ahauhsuhsushua. Eu tô falando coisa nada haver '-' desculpa se meu comentário estiver idiota ahauhsushushua, Beijos e até. ♥♥♥♥
    Radioativa | Geovana Silva

    ResponderExcluir
  4. Olá Lunii!

    Quando tinha 3 anos também meu tio faleceu de doença, isso foi bem no dia do meu aniversário. Meus pésames.

    Entendo sua parte, cara não sei se isso é pq criança, fica com aquele medo de dormir sozinha quando vê alguma coisa. Mas que coincidência hein? Bem na noite que sua mãe disse que não tem nada, aparece fantasma, será que ela acabou chamando sem querer?

    Kiss

    Tsuki no Shita
    matcha Tea.

    ResponderExcluir
  5. Eaii Lunii, vortei!
    Putz, me fez lembrar de algumas coisas, tipo "fantasma" que vi quando era pequena (era um fodendo homem com roupa de presídio do meu lado na cama!), ou meu avô que morreu quando eu tinha 1 ano (eu não me lembro dele, mas ele parecia ser uma ótima pessoa), ou quando eu operei a garganta tbm, gente, esse dia foi louco! Eu fui operar, o médico me enganou dizendo que a anestesia tinha gosto de Coca-Cola, depois eu acordo na cama com dor na garganta cuspindo sangue e a menina do meu lado parecendo o exorcista (só que com sangue).

    Mas as lembranças da infância, eu só me lembro das boas, me dão uma saudade ♥

    vlws, flws || Forest Fairy

    ResponderExcluir
  6. Essas idades de 3/4/5 anos, eu não tenho boa memoria, me lembro de uns setes anos pra cima. A maioria delas são lembranças boas, minha infância foi adoravel :P
    Minha irmã também tirou as amígdalas, foi bem complicadinho na época
    xoxo
    mutant-paradise.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Olá, Lunii. ♥ Eu estou ótima! Eu sempre demoro a retribuir os comentários, aí acumulam e é uma loucura... Mas aos poucos a gente consegue. Eu não sei quantos livros eu li esse ano, mas acho que foram poucos. Minha meta pro ano que vem é listá-los – coisa que eu nunca fiz antes – e bater o número de 50 também.

    Acho muito interessante esses posts de memórias e fatos. Dá vontade de ler, é gostoso saber mais sobre o autor.

    1. É mesmo triste nos recordarmos, mesmo que vagamente, de pessoas importantes que se foram. Essas lembranças trazem a falta de forma mais forte.

    2. Quando assopramos e faz aquele barulhinho característico? Claro que sei. Que memória linda! Lembro de sentir os chutes do meu sobrinho quando tinha uns seis anos e ficar apavorada...

    3. Nossa, que estranho. Eu já vi a aparição de um homem de terno ao pé da minha cama, mas nunca soube se o que vi foi mesmo uma aparição ou pegadinha da minha mente.

    4. Eu adorava quando minha mãe me buscava na escola no fim do dia e ouvia toda empolgada sobre o que eu fizera... Essa sensação deve ser a mesma pra todas as crianças.

    5. Nossa, eu sempre fui uma criança boazinha. Não sonsa, não chata, mas boazinha, comportada, nunca fazia birra.

    6. É legal você se lembrar da primeira vez que viu, pois ano que vem o segundo filme vem aí... ♥

    7. Eu sou a mais nova, então no caso, a criança que chorava quando a mãe saía, era eu.

    8. Eu sempre fui fresquinha, morria de nojo de insetos, com exceção de borboletas e joaninhas... Já cortei as asas de uma borboleta e coloquei num pote, olha que maldade!

    9. Eu lembro do dia em que o Duke morreu atropelado por um carro, dias depois de eu tê-lo salvo de um carro. Foi muito triste, até hoje lembro dele com o coração apertado... Cuidamos dele desde que era um filhote.

    10. Meus pais brigam muito, por motivos idiotas, mas não ao ponto de quebrarem as coisas... Mesmo assim, ainda é horrível, principalmente quando um deles me envolve na briga de alguma maneira.

    11. Acompanhei quando os pais da minha melhor amiga se separaram e vi o quanto foi difícil pra ela... Os filhos sempre são os maiores afetados pelo divórcio dos pais.

    12. Operações são horríveis. Fiz apenas uma, a dos sisos e gente, quanta agonia... A linha, a dor, as restrições. Uff!

    13. Na minha infância, tive grandes amigos que mantive até hoje, mas minhas memórias da época na escola são péssimas. Sofria bullying, poucas pessoas falavam comigo... Deve ser por isso que eu mal lembro desse tempo, me obriguei a esquecer.

    14. Engraçado, eu também entrei na blogosfera porque minha vida no off estava uma bagunça... Não sei, acho que esse lugar é a melhor terapia pra mim. Acho que pra você também, não?

    Muito bom ler mais sobre você, Lunii.

    Carinhosamente, Jheni. [e m p i r e k.] & [ 1 5 o u t o n o s]

    ResponderExcluir
  8. desculpe mas to rindo com a da barata hahahha eu ja fiz isso, só que foi com um caracol kkkk dps fiquei triste pq minha mae disse que ele tinha familia e que os filhos tavam triste, fiquei imaginando se meu pai fosse o caracol e tal kkk
    cara eu me lembro de tanta coisa de quanto era criança, maior parte das coisas são ruins então prefiro nem entrar em detalhes ç.ç

    eu quero resenha deste livro o/ ja ouvi falar bem dele, mas tbm ja ouvi falar mal kkkk mas gosto de ler resenha dos livros que tenho em mente paraler, para saber se vale a pena ou nao


    † Inocentemente Ingênua †† Inocentemente Ingênua †

    ResponderExcluir
  9. Olá, Lunii. Achei esse post super legal, queria tanto fazê-lo também. infelizmente eu não tenho tantas lembranças como você ai não teria graça fazer. A aça dos 8 á 12 anos acho que é complicada pra todos, é quando você começa a intender como tudo funciona e começa a ter a sua própria opinião, é complicado. Eu não conheço o livro, esse ano eu peguei uns 10 livros emprestados pra poder ler, mas não consegui terminar nenhum queria me dar um tapa só por isso. Beijo!

    Nevasca de Inverno

    ResponderExcluir
  10. Cara você passou por bastante coisa e se lembra de muita coisa também. Espero que agora as coisas "ruins" tenham diminuído para você. A fase de 10 á 12 anos também foi bem complicado para mim sobre amizade, mas agora ta tudo certo. A gente aprende com cada momento

    simplesmenteassimj.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Já li Feita de Fumaça e Osso e amei, espero que você curta também!
    Achei a tag muito legal e acho que vou responder lá no blog. Meus pais não são separados, mas ajudei várias amigas a passarem por isso e sei como é difícil, ainda bem que com o tempo as coisas sempre melhoram!

    http://whoisllara.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Nossa por quanta coisa você passou :3 a parte da depressão é osso.. Já passei por isso, ainda passo as vezes mais por "paixonites" complicado..
    Vim convidar você para conhecer meu blog Novo! Se quiser <3 Beijos

    Dreams of Viih || http://dreams-of-viih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Olá, Lunni! Eu que indiquei esse tema pro Blog Vanille e Geek e tô feliz que tenha rendido tanto, haha.
    Espero que d~e tempo ler os livros aí, mesmo não atingindo a meta.
    Bem, achei fofo esse fato de você fazer barulhinhos na barriga da tua mãe <3
    Da minha infância eu me lembro muito de meus livros de colorir, Castlo Rá Tim Bum, Pequeno urso e... tomates, haha.

    - Entretanto -

    ResponderExcluir
  14. Amei a ideia da postagem, bem criativa. Deve ter sido legal voltar no tempo e relembrar isso tudo, e também doloroso devido a morte do padrasto da sua mãe. Belas histórias...
    Beijos,
    http://o-hyeah.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi, Lunii!
    Adorei a postagem, eu sou muito fraca pra lembrar tantas coisas assim, achei bem legal!
    Tenha um ótimo fim de semana e boas festas! Beijo!
    Borboletas de papel

    ResponderExcluir
  16. Eu não tenho uma memória tão boa assim, então nem lembro de coisas antigas demais. E das que lembro, esqueci a idade. Imagino quanto o último tópico foi doloroso.
    http://letrasfloresecores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oi, oi Luni! Tudo bom, flor? Feliz natal (atrasado) <3
    Caraca, amei essa tag. Que fofa você e seu pai <33 minha mãe também me mandava uns lanches esquisitos na 1ª série, sjsjksjk. Que triste que seu cachorro morreu c. cotton

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Blogger cortou meu comentário na metade, aff. :(

      Excluir

-Não ofenda ninguém
-Sigo de volta se eu quiser
-Comente o link do teu blog, irei retribuir
-Aceito pedidos de afiliação
Obrigada pela visita!